Características dos Seres Vivos

Tags

Características dos Seres Vivos

Características dos Seres Vivos
Uma característica básica da vida é o seu alto grau de ordem. A organização biológica é baseada numa hierarquia de níveis estruturais. Os átomos, os blocos químicos construtivos de toda a matéria estão ordenados em moléculas complexas, como proteínas por exemplo. As moléculas da vida estão ordenadas em pequenas organelas, as quais constituem células. Alguns organismos apresentam células únicas (unicelulares), mas outros são agregados de muitos tipos de células especializadas (multicelulares).

As moléculas que constituem os seres vivos se ajustam a todos os princípios familiares da física e da química, que governam o comportamento das outras moléculas, interagindo de acordo com o que se pode chamar de “condição vital”. Entre os princípios que regem essa lógica, pode-se citar a simplicidade básica, que se verifica pela observação de que as milhares de macromoléculas altamente complexas presentes nos organismos são formadas por unidades simples, em número pequeno - os blocos construtivos; uma vez que estes blocos são idênticos em todas as espécies conhecidas, consideraremos aqui uma unidade básica, a que nos leva a supor que o conjunto de organismos possui um só  ancestral comum. Um outro principio é o da economia molecular, visto que os blocos construtivos apresentam uma grande versatilidade funcional que permite, a depender de diferentes interações com outros blocos, responderem em número possível e suficiente ao atendimento de diferentes requisitos necessários à vida.

Sendo a Biologia a ciência que estuda a vida, podemos agora refletir sobre a seguinte questão:

Características dos Seres Vivos

Que características podemos identificar nos seres vivos?

1- Composição Química: os seres vivos são compostos de substâncias inorgânicas (água e sais minerais) e orgânicas (carboidratos, lipídios, proteínas e ácidos nucléicos) que estão relacionadas aos mais diferentes processos biológicos. Esta característica, própria dos seres vivos, é analisada, sob diferentes aspectos, por todos os ramos da Biologia.

2- Reprodução: é a capacidade que os seres vivos têm de originar novos indivíduos da mesma espécie, constituindo um fator primordial para a manutenção do mundo biológico. Ocorrem basicamente dois tipos de mecanismos reprodutivos:

- Reprodução sexuada ou gâmica: ocorre sempre na presença de células especializadas chamadas gametas, que se unem para formar a célula ovo ou zigoto (primeira célula do novo indivíduo).

- Reprodução assexuada ou agâmica: ocorre na ausência de gametas, onde um indivíduo origina outros idênticos a ele.

3- Evolução: são modificações que ocorrem nos organismos vivos, promovendo, ao longo do tempo, a formação de novas espécies.

4- Metabolismo: é o conjunto de reações químicas responsáveis pela elaboração (síntese) e degradação da matéria pelos organismos.

5- Organização Celular: com exceção dos vírus, todos os seres vivos são formados por células (unidade morfológica e fisiológica dos seres vivos).

6- Movimento: é a variação da posição do corpo no decorrer do tempo em relação a um referencial, que ocorre em resposta a diversos estímulos. A locomoção é apenas um tipo de movimento, caracterizado pelo deslocamento do indivíduo por suas próprias forças.

Processo de síntese de substâncias utilizadas para o crescimento e reparação de perdas pelo organismo.

Processo de degradação de substâncias, liberando energia necessária à realização das funções vitas.

7- Crescimento: É o aumento do tamanho físico de um corpo. Nos seres vivos ocorre devido à incorporação e transformação dos alimentos, como conseqüência da nutrição, do metabolismo e da multiplicação celular.

www.megatimes.com.br
www.geografiatotal.com.br
www.klimanaturali.org